COMO ORGANIZAR O QUARTINHO DA BAGUNÇA DEFINITIVAMENTE

Acredito realmente que o maior problema do quartinho da bagunça seja chamá-lo assim!!

É isso mesmo que você leu, com um nome desses é natural que você queira jogar qualquer coisa lá, de um jeito inconsciente, sem nem pensar, tipo piloto automático, sabe?

Existe também o cantinho da bagunça, que como o nome já diz, é apenas uma parte do ambiente que fica recheado de tralhas e afins.

E tem ainda a gaveta da bagunça, onde todas as miudezas e pequenos objetos sem destino vão parar.

COMECE MUDANDO O NOME DO QUARTINHO

Dar um novo nome para o quartinho da bagunça é fundamental para o processo de organização.

Seja qual for o seu caso, se você quer realmente organizar esse “local”, vamos ter que mudar o nome dele primeiro.

Vamos ver… que tal Depósito? Estoque? Almoxarifado? Arquivo Central?

Eu sei que esses nomes lembram muito o mundo das empresas, mas são apenas ideias para você ver como um nome faz a diferença.  Pode ser um apelido carinhoso também, tipo… Cafofo! Use sua imaginação e crie um nome bacana.

Afinal fica até estranha a frase “Meu quartinho da bagunça ficou tão organizado!”  Bagunça é o oposto de organização, não cabe na mesma frase. 

Mas para facilitar a compreensão do texto vou continuar chamando de quartinho da bagunça, mas você já vai pensando num nome melhor, ok?

E depois de escolher, escreve o novo nome num papel e pendura na porta, igual aquele quadro bonito que é pendurado na porta do quartinho do bebê que acaba de chegar. E deixa lá até que a família toda se acostume com o novo nome. 

Vamos lá organizar o que tem nele?

COMEÇANDO PELAS TRALHAS DO QUARTINHO

No quartinho da bagunça geralmente costuma ter muita tralha, ou seja, coisas sem utilidade que dificultam a organização.

Muitos preferem usar outro nome… mas tralhas são apenas coisas que não tem utilidade no momento. Sem ofensa.

Como personal organizer, sei que a maioria das coisas que as pessoas guardam no quartinho da bagunça são tralhas, ou seja, aquelas coisas que são inúteis no estado em que estão.

E a maioria das pessoas faz isso por 3 motivos básicos:

  1. Ainda tem espaço físico pra isso;
  2. Simplesmente não sabem como destinar as coisas inúteis;
  3. Tem esperança de reverter a situação de determinado objeto.

O que fazer por exemplo com aquele ventilador quebrado encostado? 

(Poderia ser o aquecedor de ambiente, secador de cabelo, liquidificador, torradeira elétrica… etc etc etc etc)

Imagina que seu ventilador parou de funcionar em pleno verão. Ai socorro, que calor!

É claro que você leva ele correndo pra consertar, pra ficar pronto bem rapidinho.

Só que você descobre que consertar vai ficar mais caro do que comprar um novo, porque ele já é meio antigo, achar peça é difícil, enfim.

Então você resolve comprar um ventilador novo pra resolver logo o problema e ainda economizar, em vez de investir mais em consertar o antigo.

E aí eu te pergunto: faz o que com o ventilador quebrado?

Guarda no quartinho da bagunça, claro!!!

E pelos motivos que falei agora pouco:

1.Tem espaço pra isso;

2.Não sabe o que fazer com ele;

3.Pensa em talvez consertar mais pra frente ou fazer um artesanato com ele.

E é assim que surgem tralhas e mais tralhas…

No quartinho da bagunça tem muita coisa quebrada, sem uso… desapegue de tudo isso para organizar mais fácil.

Pensa comigo: se você já comprou um ventilador novo, para que guardar o quebrado?

Para esse caso tenho duas sugestões:

1.Veja se o lugar que fez orçamento não quer ficar com ele para aproveitar as peças.

2.Envie para reciclagem, assim o material dele pode se transformar em outra coisa e voltar a ser útil.

Agora, se você tem dons artísticos e quer fazer uma escultura com ele, tá tudo bem! Desde que isso se torne um projeto pessoal, com data e horário para acontecer, combinado?

Olha só, o ventilador foi só um exemplo, a ideia aqui é ter esse comportamento com qualquer coisa que você identifique como tralha. 

Infelizmente nem tudo pode ser reaproveitado ou reciclado, então o lixo comum também é uma opção válida para algumas coisas.

Como a decoração da festa do seu filho que você fez 4 anos atrás, toda em papel crepom, celofane, isopor e cia, e que agora está todo amassado e cheirando a guardado. 

E que você tem dó de descartar porque você lembra do aniversário. Pra isso é que existem as fotos de aniversário, então bora desapegar.

Como coisas assim são bem difíceis de reaproveitar, o jeito é jogar fora mesmo.

Enfim, destine da melhor forma tudo o que não tem mais utilidade e você vai sentir um grande alívio depois, você vai ver.

COISAS SEM USO NO QUARTINHO, MAS AINDA ÚTEIS

No quartinho da bagunça pode ter muita coisa útil, só que você não usa mais… desapegue pra liberar espaço!

Além das tralhas, você deve ter guardado no quartinho de bagunça muitas coisas úteis ainda, mas que você não quer mais e também não sabe o que fazer com elas.

Você fazia artesanato há 5 anos atrás como hobbie, mas enjoou e resolveu guardar tudo, caso desse vontade de voltar.

Mas depois de tanto tempo, você já decidiu que não quer mais. Então porque ficar guardando essas coisas?

“É que tá tudo em ótimo estado, tem até peças sem uso!” Já ouvi muito isso, aí você fica com dó e adia o que fazer.

Pensa comigo: Ter um ambiente harmonioso em casa faz mais sentido do que ter coisas paradas e sem uso, né?

Então desapegue, será melhor! Você pode vender ou doar. Sem dó… afinal foi uma fase boa da sua vida que passou, as recordações vão ficar para sempre.

Quer manter as recordações fisicamente? Crie um álbum de fotos do que você vai doar. 

É um recurso que funciona muito bem para os casos de apego, quando der saudade das coisas sem uso, é só correr para o álbum.

Assim você abre espaço na sua casa e na sua vida para as coisas novas.

Faça isso com tudo que você não usa mais, mas que por ser útil, ainda pode servir para alguém ou alguma instituição de caridade.

Depois clique aqui e dá uma olhada no post “Quando menos é mais – Desapegue

DEFINA O QUE GUARDAR DO QUE SOBROU DA OBRA

Sobra de obra? Defina o que vai guardar no quartinho da bagunça, isso faz toda a diferença.

Esse item é um clássico nos quartinhos da bagunça, mas é preciso diferenciar o que ainda pode ser útil ou não.

As peças inteiras de piso ou revestimento cerâmico que sobraram da reforma da cozinha que você fez ano passado podem ser muito úteis.

Se um dia precisar fazer uma manutenção que precise trocar alguma peça será maravilhoso ter algumas em casa, porque materiais assim estão sempre saindo de linha ou podem mudar a tonalidade de um lote para outro.

Porém essas peças não precisam ficar à mão, já que o uso será bem raro. Se tiver um sótão em casa, guarde lá.

Se não der pra guardar no sótão, coloque as peças num local de pouco acesso, bem embaladas ou em caixas apropriadas para seu peso.

E identifique que tipo de material é e onde foi usado, assim quando precisar, vai ficar fácil para qualquer um achar e saber o que tem dentro, sem stress. 

Agora, aquele meio balde de areia que sobrou tem que ir embora! Antes que vire banheiro do gato…

A obra já acabou, é um material fácil de comprar, custa pouco e com o tempo pode até empedrar. Ou seja, não vale a pena ocupar o espaço da sua casa com um material assim.

Entendeu a diferença? Então mãos à obra. 

GUARDAR OBJETOS DE POUCO USO NO QUARTINHO

É no quartinho da bagunça que se guarda aquelas coisas usadas bem de vez em quando.

O quartinho da bagunça também costuma abrigar aquelas coisas que são usadas poucas vezes no ano ou em épocas específicas, como os enfeites de Natal ou os acessórios de torcida para a Copa do Mundo.

Assim como as mochilas e malas de viagem.

Agora sim encontramos uma boa finalidade para esse ambiente, afinal são coisas úteis e que serão realmente usadas novamente.

E coisas que tem importância pra você devem ser bem cuidadas e organizadas.

Guarde esses itens de uso menos frequente sempre limpos e em caixas organizadoras com identificação.

As malas podem ser guardadas em sacos de tnt que permitam ventilação.

Mas a cada 03 ou 4 meses dê uma olhadinha em tudo pra ver se está tudo bem.

Dependendo da umidade do ambiente, pode ser que seja necessário deixar os objetos arejando um pouco, tomando um ar.

Importante: sempre crie limites para o que vai  guardar, para não virar acúmulo. (frase)

Já tem duas caixas com acessórios de Natal e quer comprar mais? Alguma coisa vai ter que sair então… ou evite comprar… é assim que se estabelece limites.

Isso serve pra tudo!

ESTANTES OU ARMÁRIOS PARA ORGANIZAR

Estantes abertas ou armários fechados para organizar o quartinho da bagunça?

As duas opções são ótimas, é só pensar direitinho o que se adapta melhor no seu ambiente, com o seu gosto e também o que cabe no bolso.

Lembre-se que os tamanhos dos móveis tem que ser sempre proporcional ao tamanho do ambiente.

E também tem que ser proporcional ao que será guardado.

Se o ambiente é exclusivo para armazenagem, ou seja, se ninguém vai trabalhar lá, o uso de estantes fica mais prático porque facilita o acesso e a visualização dos objetos.   

Para garagem e área de serviço, além das estantes, uma ótima opção são as prateleiras fixas de parede, porque deixam o piso livre e desimpedido, o que facilita um bocado na hora de fazer a limpeza.

Agora, se o propósito do “quartinho da bagunça” é ser um ambiente compartilhado com outra função de uso frequente, como por exemplo, um ateliê de costura ou um quarto de estudos, então o ideal é ter armários fechados para tornar o ambiente mais harmonioso para quem vai trabalhar ou estudar nele.

Lembre-se que esse é um ambiente da sua casa, como todos os outros, que merece ser bem organizado e “usável”, sem improvisos e gambiarras.

Depois clique aqui e dá uma olhada no post 5 Dicas para Manter a Casa Organizada.

USANDO CAIXAS ORGANIZADORAS NO QUARTINHO

Pra gerar um conforto visual, procure usar caixas organizadoras de cores neutras no quartinho da bagunça.

Uma das coisas mais práticas para organizar coisas diversas, que geralmente é o que mais tem nesses ambientes, são caixas organizadoras plásticas, porque tem vários modelos e vários tamanhos para se adaptar às suas necessidades.

Geralmente são leves e não absorvem umidade, o que é ótimo para coisas usadas mais raramente.

Procure padronizar a organização usando caixas da mesma cor, de preferência de uma cor neutra para gerar um conforto visual no ambiente. Acredite, entrar num lugar cheio de caixas com bolinhas mega coloridas vai te cansar com o tempo. 

Agora, os tamanhos das caixas podem variar, não precisar ser tudo igualzinho não,  afinal o tamanho da caixa tem que ser proporcional ao que será guardado.

Aliás, lembre-se de guardar somente o necessário. Sempre.

Dentro de uma mesma caixa, evite colocar coisas de assuntos diferentes, mesmo que sobre espaço para isso, como por exemplo: Brinquedos de praia das crianças + Aquecedor de ambiente. Não combinam, entendeu?

Se for para aproveitar o espaço numa mesma caixa, o ideal é que pelo menos os assuntos combinem entre si, assim cria-se uma setorização lógica que facilita a organização.

Sempre identifique o que tem dentro da caixa, mesmo que você lembre de cor e salteado o que tem lá.

Porque é muito mais fácil ler uma etiqueta informativa do que ter que buscar na memória a informação. Assim você dá um descanso para seu cérebro, que já tem muito mais o que pensar, eu aposto!

Isso vai ajudar também as outras pessoas da casa a encontrarem o que quer, sem precisar ficar te chamando, não é uma beleza?

Dica de organização: Nunca guarde muito peso em caixas grandes, porque além de ser difícil manusear ela depois, pode quebrar ou danificar a caixa. Para coisas pesadas, prefira caixas menores.

Clique aqui para ver alguns modelos de caixas organizadoras.

VERTICALIZAR PARA GANHAR ESPAÇO NO AMBIENTE

Para ganhar espaço no quartinho de bagunça, verticalize tudo o que puder.

Coisas grandes que são pouco usadas podem ser complicadas de guardar em armários ou estantes, como as cadeiras de praia ou o aparador de grama.

Para esses casos o ideal é verticalizar, pendurando tudo na parede com ganchos específicos para cada caso.

Assim cada coisa vai ter seu lugar certo para ser devolvido após o uso e também vai liberar espaço no chão.

Esse recurso é ótimo também para liberar espaço e organizar o quintal, garagem e outros ambientes da casa.

Você pode usar para pendurar bicicletas, mangueiras de jardim, baldes…

E isso é ótimo para quem tem aquele cachorro lindo que come tudo que vê pela frente!

Clique aqui para ver alguns modelos de ganchos.

A ORGANIZAÇÃO FACILITA A LIMPEZA E A MANUTENÇÃO

Quartinho da bagunça organizado é mais fácil pra cuidar e manter a limpeza no dia a dia.

Você tem que concordar comigo que é muito mais fácil cuidar e limpar um ambiente organizado do que um lugar chamado quartinho da bagunça, que não dá vontade nem de entrar, quem dirá de limpar!!!

Tenha em mente que tudo que você tem – objetos, roupas, documentos, livros, maquiagem, remédios, etc etc etc – você tem que cuidar, limpar e organizar.

Afinal, se você quer guardar é porque aquilo é útil ou importante pra você, certo?

Sendo assim, tem que dar conta de cuidar de tuuuuuuudo. Pronto, falei! 

Além de ter que cuidar do seu tempo, das crianças, do marido, da esposa, dos pais, do cachorro, dos cabelos, da saúde, do corpo, do supermercado… ufa! E de mais um milhão de coisas!

É dureza, viu? E é aí que começamos a se perguntar se realmente precisamos ter tantas coisas materiais, que podem consumir nosso tempo tão precioso e cada dia mais escasso.

Por isso acabe com o quartinho da bagunça! Tenha o “Arquivo da Silvana”, ou o “Estoque do Pedro”, ou o “Depósito da Família Antunes”. Dê um nome simpático para seu ambiente.

E chega de guardar coisas sem importância, assim você ganha tempo para o que realmente importa na vida: família, trabalho, lazer, viagem, hobby, saúde, estudo e o que mais te fizer bem. Pense nisso. 

Espero que tenha gostado desse post, deixe seu comentário ou sugestão aqui embaixo. Até a próxima!

Escrito por Daniela - Personal Oganizer
Data de publicação: 28/05/2018    Data de atualização: 12/06/2021

2 thoughts on “COMO ORGANIZAR O QUARTINHO DA BAGUNÇA DEFINITIVAMENTE”

  1. Edna
    Responder

    Edna

    Excelente matéria, sensacional, começarei a organização a partir de amanhã, vou mudar do quartinho da bagunça para “cantinho da vovó”

    • Daniela de Castro
      Responder

      Daniela de Castro

      Oi Edna, com certeza “cantinho da vovó” vai ficar bem melhor! Obrigada 🙂

Deixe uma resposta para Daniela de Castro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *